A Ampliação do Sistema Rio Manso é uma Parceria Público-Privada, na modalidade de concessão administrativa, cujo objeto é a ampliação da capacidade do Sistema Produtor de Água Rio Manso e prestação de serviços, compreendendo a operação e a manutenção eletromecânica das unidades de adução; a manutenção civil e hidráulica; a conservação de áreas verdes; limpeza, asseio e conservação predial; vigilância e segurança patrimonial; e demais serviços correlatos. 

O objetivo deste projeto é aumentar a oferta de água potável na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) a partir da ampliação do Sistema Rio Manso. O contrato de PPP foi firmado entre a Copasa e a Odebrecht Ambiental em dezembro de 2013, e possui um prazo contratual de 15 anos, sendo dois anos de obras e 13 anos de operação. Após a conclusão das obras, esta ampliação deve aumentar a produção média de água potável deste sistema dos atuais 4,2 m³/s para 5,0 m³/s. Esta expansão de capacidade somada a expansão no Sistema Rio das Velhas suprirá a demanda de água na RMBH até o final da próxima década. 

A rede de cobertura do Sistema Rio Manso se estende atualmente as seguintes cidades da RMBH: Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Ibirité, Igarapé, Itaguara, Itatiaiuçu, Jaboticatubas, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Nova União, Pedro Leopoldo, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Rio Manso, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, Sarzedo, Taquaraçu de Minas, Vespasiano.

» Apresentação

» Contrato

» Edital e Anexos

» Consulta/ Audiência Pública

» Notícias

Enviar para impressão